• First Page | Fábio Carneiro

Em Tempos de Coronavírus, Estratégia é a Melhor Vacina para a Saúde de Qualquer Empresa

Atualizado: 7 de Abr de 2020

Se a atual crise bateu às portas da sua empresa e você não sabe o que fazer, talvez essas dicas possam ser a sua vacina contra a crise do coronavírus.


Caros leitores, este artigo possui conteúdo patrocinado. Saiba mais.

Todos nós estamos testemunhando e vivendo um momento inédito na saúde mundial com o advento do Covid-19. E o fato de não podermos avaliar qual vai ser o futuro do coronavírus, afeta diretamente os negócios de toda e qualquer empresa, seja qual for o seu tamanho.

Dicas First Page - Em Tempos de Coronavírus, Estratégia é a Melhor Vacina Para Saúde de Qualquer Empresa

No entanto, para que possamos minimizar os impactos dessa nova crise mundial, devemos saber como direcionar esforços, focando energia nos pontos estratégicos da empresa e gerenciando a crise com respostas eficazes.


Desta forma, sabendo do cenário imprevisível que a atual crise se apresenta, este artigo não tem a pretensão de resolver todos os problemas de sua empresa da noite para o dia, mas as dicas que apresentarei aqui com certeza te ajudarão a superar essa crise e garantir o sucesso futuro da sua empresa.


O primeiro passo para vacinar sua empresa contra o coronavírus é saber como gerenciar a crise.

Para um bom gerenciamento de crise empresarial, é preciso que você crie uma equipe com funções exclusivas para obter respostas eficazes para cada cenário (se não tem equipe, separe um tempo do seu dia para focar nessas estratégias).


Essa equipe deverá desenvolver uma excelente comunicação interna, focando esforços em preparar, treinar e testar saídas para atuais e eventuais cenários negativos.


Essas ‘saídas’ deverão estar embasadas em dados concretos da atual realidade da empresa, com um planejamento rápido e preciso para as respostas aos cenários detectados pela equipe (ou por você mesmo).


Esses planejamentos deverão estabelecer três pilares essenciais.


1° Pilar - Comunicação:


É de suma importância que o seu plano esteja claro tanto entre os membros de sua equipe (comunicação interna) quanto para os fornecedores e consumidores de seus produtos e serviços (comunicação externa).


Isso gera confiança e facilita o atingimento de seus objetivos.


2° Pilar - Jurídico:


Este pilar é responsável por rever cláusulas contratuais que antes não eram previsíveis, mas agora são essenciais para a continuidade da relação com fornecedores e consumidores.


Isso vai evitar futuras demandas judiciais por quebra de cláusula contratual contra sua empresa, preservando o bom nome e o bom relacionamento no mercado.


E caso sua empresa seja acionada judicialmente ou administrativamente, sua equipe jurídica não será pega de surpresa, pois terá uma resposta eficaz para o incidente.


3° Pilar - Operacional:


O pilar operacional é responsável por estabelecer as necessidades dos dois pilares acima citados (Comunicação e Jurídico), pois é ele que está na linha de frente e sabe exatamente o que está acontecendo e o que poderá acontecer se a crise não passar logo.


O segundo passo para a vacinação da sua empresa contra o Covid-19 é cuidar do trabalhador.

Esta segunda atitude irá focar no bem-estar, na mobilidade e principalmente na saúde do trabalhador.


Essa deveria ser a primeira preocupação, mas como ela depende dos três pilares bem alinhados para poder dar certo, eu decidi colocá-la como segunda prioridade para estabelecer e minimizar o impacto dessa crise na sua empresa.


Para essa segunda ação, seus esforços deverão ser para resolver questões de trabalho remoto e plano de primeiros socorros.


Atualmente, com o avanço das tecnologias da informação, a questão do trabalho remoto fica menos complicada do ponto de vista técnico, devendo o empresário se preocupar mais com a questão jurídica e política de recursos humanos, pois estes dois últimos fatores são os mais críticos, quando o assunto é trabalho remoto.


Para tanto, você deverá tomar a decisão entre mudar o local de trabalho de lugar, adotar o trabalho remoto ou, na pior das hipóteses, parar de trabalhar até as coisas se acertarem.


Essa decisão vai depender do tipo de trabalho que os seus colaboradores realizam e onde eles o realizam.


O caso que está sendo mais adotado é o de trabalho remoto, no qual o empregador deve prover os recursos necessários para que o trabalhador execute sua função com segurança e a empresa tenha tudo documentado, evitando-se demandas trabalhistas desnecessárias.


Para te ajudar a gerenciar seus trabalhadores remotamente, hoje podemos contar com vários softwares e serviços online que monitoram e administram desde o nível de urgência de um trabalho específico até as horas trabalhadas remotamente.


Irei aqui elencar algumas dessas ferramentas disponíveis no mercado:


1 - Asana:


Ferramenta desenvolvida por Dustin Moskowitz, um dos fundadores do Facebook.


É voltada para divisão de tarefas, gerenciamento de prazos e de níveis de prioridade, sendo possível inclusive monitorar conversas e projetos.


Toda informação fica armazenada em nuvem, evitando excessivas trocas de e-mails e a necessidade de um servidor físico.


2 - Trello:


Esta ferramente possibilita a organização de tarefas por etapas e prazos, podendo também gerenciar os objetivos e qual trabalhador está responsável por cada tarefa.


3 – Cisco WebEx Meetings:


Sem precisar baixar qualquer aplicativo, essa ferramenta permite a realização de reuniões através de áudios e videoconferências.


A ferramenta permite ainda o compartilhamento de tela e de arquivos.


4 – Slack:


Trata-se de uma plataforma online que permite a comunicação empresarial entre duas pessoas ou em grupo.


A propósito, eu e minha equipe First Page utilizamos essa ferramenta para comunicação interna.


5 – Dropbox:


Conhecido por todos, na versão gratuita, o Dropbox permite o compartilhamento de até 2 GB de arquivos em nuvem.


Pode ser usado em desktop e em smartphones, o que facilita bastante a vida de quem exerce trabalho remoto.


Enfim, para ter uma gestão de trabalhadores em situação de crise, além de priorizar os recursos de tecnologia remota, você terá que garantir a segurança dos empregados e não se esquecer de confirmar todas as informações de contato de cada um deles.


Vale ressaltar a importância do pilar jurídico nesse ponto do gerenciamento, pois é ele que irá dizer se há ou não aumento de responsabilidades em relação a empregados que estejam exercendo o trabalho remoto e possíveis problemas jurídicos advindos deste fato.

Dicas First Page - Em Tempos de Coronavírus, Estratégia é a Melhor Vacina Para Saúde de Qualquer Empresa

Um terceiro passo para minimizar o impacto dessa crise é gerenciar eventuais falhas na cadeia de suprimentos.

Um dos fatores que está deixando muitas empresas sem reação à crise é a falta de gerenciamento da cadeia de suprimentos, ou seja, empresas que não estão antecipando a falta de matéria-prima, produtos e serviços essenciais para sua subsistência no mercado, estão fechando as portas, literalmente.


Para evitar essa situação, você deve identificar cenários alternativos, como possíveis novos fornecedores, aprovando previamente a substituição de matérias-primas, produtos e serviços que venham a faltar em decorrência do surto de coronavírus na região dos seus fornecedores.


Tal gerenciamento vai desde mudar o local de depósito de estoque, se o surto for na região de sua empresa, até antecipar a compra de matéria-prima para estoque e avisar os clientes sobre eventuais atrasos, evitando-se assim uma quebra de cláusula contratual.


Por fim, existem outras estratégias que eu não trouxe aqui, por considerá-las mais complexas e voltadas para empresas de grande porte, como multinacionais e empresas brasileiras de capital aberto.


Mas tenha em mente que os principais pontos estão elencados neste artigo e são o suficiente para você começar a enxergar aquela luz no fim do túnel.


Como já foi dito, a intenção aqui é trazer possíveis soluções para o seu negócio durante a crise, que já está fazendo vítimas em todos os aspectos.


Se você tem dúvidas ou sugestões que possam ajudar a superar esta fase difícil que todos nós estamos passando, entre em nossas redes sociais e deixe seu comentário que iremos responder ou até mesmo escrever um artigo sobre o assunto.






Fontes: «Master Supply Chain and Logistics Ranking master Supply Chain and Logistics». www.best-masters.com ; Production Logistics. FlexLink products & services. Göteborg. 2008. Disponível em http://www.flexlink.com/wps/public/s/10000/c/1062095 ; https://www.pwc.com/gx/en/issues/crisis-solutions/covid-19.html; https://canaltech.com.br/gestao/10-ferramentas-para-gerenciar-equipes-de-profissionais-remotos-79577/ ; https://www.pwc.com/gx/en/issues/crisis-solutions/covid-19/webcast1.html.




Gere Autoridade para sua Empresa com a First Page

Marketing de Conteúdo é com a First Page

Consulte Nossos Planos e Preços